Violão e gestação - Violão+
Isadora Canto e Projeto Acalanto

Violão e gestação

Auxiliar na construção de uma relação ainda mais forte da mãe com seu bebê, o violão é utilizado como ferramenta de produção de experiências e sensações já na gestação

O projeto Acalanto, em São Paulo, visa fortalecer o vínculo afetivo mãe-bebê e facilitar a comunicação entre eles ainda na barriga ou após o nascimento por meio de jogos musicais, composição de canções, visualizações, estimulação instrumental, canto, relaxamento e outras atividades musicais. O Acalanto ajuda a mãe a vivenciar de modo mais profundo sua experiência de maternidade e a aproximar-se do universo infantil ainda distante e imaginário.

Isadora Canto

Conversamos com Isadora Canto – cantora, compositora, violonista, doula e idealizadora do projeto – sobre sua formação e a importância do instrumento em suas atividades.

 

Violão+: Como foi sua formação musical? Qual a sua proximidade com o violão?

Venho de uma família extremamente musical, em que meu pai tocava piano popular todas as noites em casa. Cresci ouvindo jazz, bossa nova e samba e fui muito influenciada. Durante toda a vida fiz aulas de música em escolas até ingressar na Faculdade Santa Marcelina. Me formei em música, bacharel em canto popular. Toco violão desde os 12 anos. Comecei com um professor  articular e fui me especializando.

 

Violão+: Você atuou bastante com shows em bares, aqui em São Paulo e em Paraty. Continua fazendo isso? Como foi essa vivência e quais os dilemas e as alegrias de ser músico da noite?

Trabalhei muito em Paraty como cantora, sempre com grandes violonistas. Aprendi muito na noite, principalmente quando acompanhada por músicos fantásticos. Adorava apenas falar o tom e ver no que dava. Tenho prazer na surpresa que a música nos possibilita quando não ensaiamos. Acho a noite rica em sua linguagem misteriosa. Sinto falta…

 

Violão+: E como foi sua experiência como professora de canto. Como o violão participa de sua aula? 

O violão é muito usado em minhas aulas. Como toco melhor violão do que piano, sinto que por meio dele o aluno consegue se identificar dentro da canção e se sentir no cenário musical real. Uso em minhas aulas e com o Acalanto, meu Projeto fundado em 2001 que fortifica o vínculo da mãe com seu bebê por meio da música.

 

Violão+: Como surgiu o Projeto Acalanto? Como você transformou essa ideia em realidade e quais os frutos desta iniciativa? 

O Acalanto nasceu da minha própria experiência como gestante que canta. Percebi que havia uma linguagem muito forte entre eu e meu bebê quando cantava e tocava violão. Depois dele nascido, percebi que as músicas que tocava durante a gestação instigavam uma reação linda no meu bebê. Fui estudar e passei anos pesquisando a influência da música nesse processo. Fundei o Acalanto. Sou Acalantadora há 14 anos e muitas mães já passaram por esse lindo vínculo e fortificaram sua comunicação e amor com seu bebê antes mesmo dele nascer, por meio do canto, da música e toda sua linguagem

 

Violão+: Você é doula, uma assistente de parto. Como ser musicista, cantora e violonista te ajuda a desenvolver esse trabalho? 

Amo ver os bebês nascendo de maneira natural e respeitosa. É uma emoção indizível. Todas as gestantes que acompanho no parto passaram pelo Acalanto, cantaram, tocaram, tiveram contato com a música, com o violão, que leva o som de maneira muito sadia para o bebê ainda no ventre. Por terem passado pelo Acalanto antes do parto, sinto que esse processo acaba sendo ainda mais natural e sem medo, pois o vínculo já foi formado e mãe e bebê simplesmente se reconhecem no nascimento.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: